» Questões Técnicas

As chamadas “normas internacionais de contabilidade” auxiliam o contador?

Sabemos que a globalização é um fato concreto na nossa sociedade. O mundo age em sintonia com os países que o integram. A contabilidade, por si só, possui uma linguagem universal.

Acontece, entretanto, que a implantação das chamadas “normas internacionais de contabilidade” (IFRS), sem a assinatura de um tratado internacional entre os países, não dá segurança à atividade do contador, pois essas normas descumprem as leis brasileiras no tocante a avaliações, registro e informações contábeis.

Trabalhar sobre uma base não definida na Lei transforma os trabalhos do contador em um campo de subjetivismo perigoso no momento de sua tomada de decisões. Isso porque são as demonstrações contábeis campo de estudo e trabalho do contador.

Dar liberdade na elaboração das demonstrações contábeis, através da aplicação das IFRS, sem o respaldo do Poder Legislativo, além de não auxiliar no trabalho do contador, abre um espaço perigoso para a manipulação de lucros, o que facilita a remessa de dividendos para o exterior, bem como o empobrecimento das pessoas jurídicas, já que são elas que geram emprego e renda.

Fonte: Salézio Dagostim, JC Contabilidade, 30/03/2011.

Outras informações da seção Questões Técnicas: